segunda-feira, 23 de junho de 2014

O ENCANTAMENTO CONTINUA


                   Dario Venturi, filho da Dirce e do saudoso Dario, aquele menino que, nos idos de 1980 brincava com seus irmão nas areias da praia do Itaguá, nos brinda com mais uma preciosidade. Valeu mesmo!      

                 "Minha nova música, infelizmente não consegui nenhum apoio da Fundart, nem da Comtur e acabei fazendo um vídeo independente. Um dia eu consigo! Abraço meu amigo!"

                      Infelizmente a arte, como outros aspectos da nossa cultura, só resiste porque continua sendo essencial a uma parcela da população. É assim, Dario. Vai mudar um dia? É mais fácil cantar como o Dito Raé, depois de de saber das belezas da Lua: "Quem sabe no regresso do meu foguete/ da velha Terra vou me despedir".

                     Adorei saber que as nossas histórias, brotadas no tempo dos tupinambás, renasce na forma de novo encantamento, na sua música. Parabéns!
Eis outra versão da mesma lenda.

2 comentários:

  1. Só posso agradecer muito pelas palavras meu amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continue em seu progresso. A arte faz parte da cultura, é aprimoramento do espírito.

      Excluir